ÚLTIMAS NOTÍCIAS - REC8

ACOMPANHE E PARTICIPE DAS ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Polícia Civil lamenta morte de investigador em acidente com outros três policiais em Pontes e Lacerda

A Polícia Judiciária Civil comunica o falecimento do investigador Wilder Botelho Queiroz, 27anos, na noite de terça-feira (12), em Pontes e Lacerda (448 km a Oeste). O policial estava com outros três colegas em uma viatura que capotou, na região de São Gonçalo, zona rural do município.

Os quatro investigadores, três homens e uma mulher, estavam em diligência na região rural, a 60 quilômetros da cidade de Pontes e Lacerda, quando um disparo acidental atingiu o pé do investigador Dejander de Souza Santos, que precisou ser socorrido para atendimento médico.

No retorno, por volta das 18 horas, a viatura com os investigadores perdeu o controle, poucos quilômetros do local da primeira ocorrência, e capotou,  levando a morte do investigador Wilder Botelho Queiroz, que era integrante do Grupo Armado de Resposta Rápida (Garra) de Pontes e Lacerda.

O acidente ocorreu na região de estrada de terra, em um ponto de curva acentuada. A velocidade do veículo, segundo apurado, era compatível ao trajeto. A caminhonete também estava com a manutenção em dia.

Outros três investigadores, sendo um já ferido pelo disparo acidental de arma de fogo, tiveram ferimentos pelo corpo, tendo a investigadora sofrido um corte no couro cabeludo, com muito sangramento.

Os policiais conseguiram retornar a Pontes e Lacerda, após pedirem socorro e conseguir uma carona. No caminho encontraram com outra viatura da Polícia Civil e do Corpo de Bombeiros Militar, que seguiam ao local para prestar socorro.

Todos foram levados para o Hospital Santa Casa de Pontes e Lacerda.

O investigador Wilder Botelho Queiroz era natural de Mirassol D' Oeste e havia ingressado na Polícia Judiciária Civil na turma que se formou em 2016.

A caminhonete envolvida no acidente com os investigadores passará por perícia, assim como a arma de cano longo que disparou acidentalmente, para esclarecimento de todos os fatos que levaram a morte do policial civil e ferimento de outros colegas.

O delegado geral da Polícia Civil, Fernando Vasco Spinelli Pigozzi, externou condolências a família do policial falecido no acidente. "É um momento de imensa tristeza. A Policia Civil de Mato Grosso expressa suas condolências e solidariedade aos familiares e amigos enlutados", disse. 

O delegado geral, o diretor do interior, Wladimir Fransosi,  o diretor de Execução Estratégica, Mário Dermeval Resende, e a chefe de gabinete, Cleibe Aparecida de Paula, irão acompanhar o velório do policial, que ocorrerá em Mirassol D'Oeste. O diretor Mário Resende está desde madrugada em Pontes e Lacerda acompanhando os policiais. 

Os diretores também devem seguir até Pontes e Lacerda para acompanhar o estado de saúde dos três policiais feridos. 

FONTE: ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO DA PJC.

Celso Garcia| 13/09/17 às 10:28

MORTES EM SÉRIE CAUSAM TENSÃO EM SORRISO

Série de 3 mortes sequenciais, em que as vítimas apresentaram os mesmos sintomas - sendo os principais deles dor de cabeça e falta de ar - está causando tensão na cidade de Sorriso (420 Km ao Norte de Cuiabá).

A direção do Hospital Regional de Sorriso, onde foram registradas 2 das mortes, informou à imprensa local que mandou amostras de sangue das vítimas para exames e que o resultado sai em 30 dias.

As 3 vítimas eram homens adultos e trabalhavam em silo, estrutura própria para armazenamento de produtos agrícolas até que sejam ensacados e distribuídos.

A suspeita inicial é de que os trabalhadores possam ter sido contaminados por leptospirose, doença altamente contagiosa transmitida por rato. Há suspeitas também de hantavirose, também transmitida por roedores. Fala-se ainda em H1N1 e intoxicação por agrotóxicos.

As mortes, provocadas pelos mesmos sintomas, foram registrados em um período de 15 dias.

A Secretaria de Estado de Saúde (SES), questionada sobre as mortes, emitiu nota informando que ainda está investigando as ocorrências.

Confira a íntegra da nota da SES

"De acordo com a Vigilância Epidemiológica, os três casos ainda seguem sob investigação para se ter um parecer correto sobre o que realmente causou o óbito dos trabalhadores.

A Vigilância Epidemiológica está realizando esse trabalho junto com a Vigilância em Saúde do Trabalhador, para poder concluir as investigações e descobrir a real causa das mortes.

O corpo do terceiro homem veio para o Serviço de Verificação de Óbitos (SVO), em Cuiabá, e sabe-se que ele não trabalhava na mesma fazenda que as duas primeiras vítimas. Com isso, o município de Sorriso segue colhendo dados, principalmente sobre o local onde ele trabalhava."

 

FONTE: gazetadigital.com (TATÁ WERNECK)

Celso Garcia| 25/08/17 às 17:09

MORTES EM SÉRIE CAUSAM TERROR EM SORRISO

Série de 3 mortes sequenciais, em que as vítimas apresentaram os mesmos sintomas - sendo os principais deles dor de cabeça e falta de ar - está causando tensão na cidade de Sorriso (420 Km ao Norte de Cuiabá).

A direção do Hospital Regional de Sorriso, onde foram registradas 2 das mortes, informou à imprensa local que mandou amostras de sangue das vítimas para exames e que o resultado sai em 30 dias.

As 3 vítimas eram homens adultos e trabalhavam em silo, estrutura própria para armazenamento de produtos agrícolas até que sejam ensacados e distribuídos.

A suspeita inicial é de que os trabalhadores possam ter sido contaminados por leptospirose, doença altamente contagiosa transmitida por rato. Há suspeitas também de hantavirose, também transmitida por roedores. Fala-se ainda em H1N1 e intoxicação por agrotóxicos.

As mortes, provocadas pelos mesmos sintomas, foram registrados em um período de 15 dias.

A Secretaria de Estado de Saúde (SES), questionada sobre as mortes, emitiu nota informando que ainda está investigando as ocorrências.

Confira a íntegra da nota da SES

"De acordo com a Vigilância Epidemiológica, os três casos ainda seguem sob investigação para se ter um parecer correto sobre o que realmente causou o óbito dos trabalhadores.

A Vigilância Epidemiológica está realizando esse trabalho junto com a Vigilância em Saúde do Trabalhador, para poder concluir as investigações e descobrir a real causa das mortes.

O corpo do terceiro homem veio para o Serviço de Verificação de Óbitos (SVO), em Cuiabá, e sabe-se que ele não trabalhava na mesma fazenda que as duas primeiras vítimas. Com isso, o município de Sorriso segue colhendo dados, principalmente sobre o local onde ele trabalhava."

 

FONTE: gazetadigital.com (TATÁ WERNECK)

Celso Garcia| 25/08/17 às 17:07


Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/rec8c610/public_html/paginas/blog.php on line 238

Governo anuncia concessão de 5 aeroportos de Mato Grosso

Com a meta de melhorar o caixa da União e estimular a economia, o governo decidiu colocar à disposição da iniciativa privada a administração de 14 aeroportos, 11 lotes de linhas de transmissão, 15 terminais portuários, além de parte da Eletrobras, como foi anunciado no início da semana. Com a medida, o governo espera arrecadar, a partir de 2017, cerca de R$ 44 bilhões ao longo dos anos de vigência dos contratos.

Dos aeroportos, 5 são de Mato Grosso. São eles: o Marechal Rondon, localizado em Várzea Grande e os terminais regionais de Alta Floresta, Barra do Garça, Sinop e Rondonópolis.

Em reunião nesta quarta-feira (23) no Palácio do Planalto, o Conselho do Programa de Parcerias de Investimento (PPI) decidiu incluir no programa de desestatização rodovias, a Casa da Moeda, a Lotex e a Companhia Docas do Espírito. Ao todo, são 57 projetos de venda de empresas e parcerias público privada.

Aeroportos

Os aeroportos a serem licitados foram divididos em quatro blocos. Um deles inclui apenas o aeroporto de Congonhas, segundo maior do país com movimento de 21 milhões de passageiros por ano. Um segundo abrange aeroportos do Nordeste (Maceió, Aracaju, João Pessoa, Campina Grande, Juazeiro do Norte e Recife). Outro bloco será formado por terminais localizado em Mato Grosso e 1 quarto bloco vai abranger os aeroporto de Vitória e de Macaé.

Ainda no setor aeroportuário será realizada a alienação da participação acionária da Infraero (49%) nos aeroportos de Guarulhos, Confins, Brasília, e Galeão, que já foram licitados.

Linhas de transmissão

Os lotes de linhas de transmissão, que serão licitados em dezembro, estão distribuídos em dez estados: Bahia, Ceará, Pará, Paraná, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Minas, Gerais e Tocantins.

“O modelo de remuneração e as taxas de desconto fazem com que os investidores enxerguem as linhas de transmissão como investimento de renda fixa”, diz trecho do documento divulgado pelo Planalto. Com a repasse dos 15 terminais portuários à iniciativa privada, o governo estima arrecadar R$ 2 bilhões. (Com Agência Brasil)

Fonte:Gazetadigital.com.br


Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/rec8c610/public_html/paginas/blog.php on line 302
|
24/08/17 às 08:26

ELEIÇÕES 2016: Pontes e Lacerda e suas coincidências eleitorais, quando não é letra, é numero.

Já abordamos em outro artigo neste blog que a história mostra que os prefeitos de Pontes e Lacerda tiveram apenas duas letras iniciais dos nomes em comum, quando não foi o “D”, (com Dionir, Dauri, Décio e Donizete), foi o N; e a coincidência foi mais além com NM (de Nelson Miura e Newton Miotto).

Mas, com o encerramento do mandato do atual prefeito Donizete da Len, dia 31 de dezembro de 2016 vai fechar um ciclo de oito mandatos com seus pontos em comuns. E, a partir de 1º de janeiro de 2017 vai se abrir uma nova história com relação às letras, poderá ser com A de Alcino ou Antenor, ou K Kiko(Antenor) ou o R de Romes.

No entanto, este novo capítulo vai passar a ser escrito somente a partir das 17 horas do dia 2 de outubro com o encerramento da votação e a apuração dos votos.

Enquanto isto não acontece, vamos a outro detalhe curioso na eleição que escolhe o novo prefeito de Pontes e Lacerda em 2016: agora voltado para as questões numerais. Quando nos deparamos com as legendas dos candidatos em disputa ao cargo de Prefeito de Pontes e Lacerda, observamos o 10 (PRB), o 25 (DEM), e o 55 (PSD); aparentemente não tem nada em comum, mas ser olharmos mais atentamente podemos observar que eles tem tudo a ver. O ”dez” pode ser “cinco mais cinco” ou “duas vezes cinco”; ou ainda “dez” menos “cinco = cinco” ou “dez” dividido por “dois = cinco” .

O que isto vai interferir no resultado das eleições? Nada, mesmo para os mais supersticiosos esses números não vão significar vitória ou derrota nas urnas. Esta é apenas mais uma das curiosidades que envolvem a história da disputa do cargo mais cobiçado da cidade.

Diante de tudo isto, o que o povo está observando é o que cada candidato está “somando”, ou “multiplicando” em propostas para Pontes e Lacerda. Em muitos casos, se eles estão “diminuindo” aquelas promessas impossíveis de concluí-las, e por fim "dividindo" a esperança de o candidato para com o povo, para ter uma cidade melhor para ele,  e o povo.

Então, para não errar a conta, que o eleitor nesta reta final fique atento para entender como os candidatos estão utilizando as quatro operações, e a partir deste detalhe faça a sua soma, e no dia 2 de outubro com um olho no presente e o outro no futuro, digite a sua soma total e confirme, uma vez que ela poderá ser representada pelo 10, ou o 25, ou o 55.

Celso Garcia| 26/09/16 às 08:42

ELEIÇÕES 2016 EM PONTES E LACERDA: VICE-PREFEITO À PROCURA. HÁ VAGAS!

           A afirmação de que o vice não faz nada pode até ser verdade, mas sempre ocorrem as exceções. No caso da política em Pontes e Lacerda, esta figura tão importante numa composição majoritária no período eleitoral, costuma passar os quatro anos seguintes como um pinguim de geladeira, sem a devida importância.

            O último e atual caso foi à dobradinha DONIZETE BARBOSA DO NASCIMENTO (Donizete da Len) e o JOSÉ NOGUEIRA DE MENESES FILHO (Nogueira), uma composição aprovada no dia 30 de junho, último dia da convenção em 2012 e, por sinal vitoriosa naquela eleição; mas, o resultado não foi um dos melhores, não houve sintonia nos discursos, e agora próximo de encerrar a atual gestão, o vice que é do PMDB ainda não assumiu uma única vez a administração municipal.

            Contudo, o prefeito DONIZETE BARBOSA DO NASCIMENTO (Donizete da Len) eleito pelo PPS, que agora está no PSDB passou a impressão de ter ficado com receio de colocar o Nogueira na cadeira do executivo, e o vice então começasse a exonerar todo mundo, (não entendeu?), é isso mesmo, nas palavras do vice-prefeito desde os primeiros meses deste atual mandato, a afirmação dele sempre foi à de que, se caso assumisse interinamente a administração municipal, mesmo que fosse por um dia, o facão iria atingir em cheio o primeiro escalão da prefeitura de Pontes e Lacerda.

             Portanto, esta situação pode ter sido o principal motivo para não ocorrer nenhuma substituição temporária na Prefeitura.

           No entanto, antes de continuar abordando o presente, vamos fazer mais um breve retrospecto da história politica de Pontes e Lacerda para trazermos a tona, quais foram os políticos que ocuparam a vaga de vice-prefeito no executivo municipal.

           A primeira eleição direta em Pontes e Lacerda aconteceu no ano de 1982, e a dobradinha vitoriosa daquele ano foi DIONIR DE FREITAS QUEIRÓZ e o vice-prefeito NAZÁRIO JOAQUIM CAYRES, ambos do PDS.

            Na segunda eleição para o cargo do executivo municipal em 1988 à coligação do PMDB e PDS saiu vencedora nas urnas tendo como prefeito Dr. DAURI ALVES MARIANO e o vice DIVALDO DE FARIA.

            Em 1992, a dupla vitoriosa foi DIONIR DE FREITAS QUEIRÓZ que voltava ao cargo de prefeito de Pontes e Lacerda e o vice DÉCIO CIPRIANO MANIÇOBA, ambos do PFL. Com uma ressalva na eleição anterior (1988) o candidato DÉCIO CIPRIANO MANIÇOBA despontava como uma força do PT local, mas na eleição seguinte já estava na ala da direita.

          No quarto pleito eleitoral em Pontes e Lacerda, isto em 1996, pela primeira vez um vice-prefeito vinha para a disputa, neste caso o DÉCIO CIPRIANO MANIÇOBA, do PFL que numa dobradinha com o então vereador do PTB JOÃO BENTO NETO saiu vitorioso das urnas há vinte anos.

            Continuando o nosso relato, na última eleição municipal do século 20, no ano 2000 o eleito para o cargo de Prefeito foi o NELSON MIURA do partido PPS, tendo como vice-prefeito o JAIME BLECHA do PSDB.

             Já a primeira eleição do século 21, no ano de 2004 foi vencida pela dupla NEWTON MIOTTO do PP no cargo de prefeito e HILÁRIO GARBIM do PPS para a função executiva de vice-prefeito.

             Na sétima disputa eleitoral no município de Pontes e Lacerda em 2008 ocorreu à primeira reeleição de um prefeito e do vice-prefeito, continuando no comando da Prefeitura por mais quatro anos a dupla NEWTON MIOTTO (PP) e HILÁRIO GARBIM que havia migrado para o PR.

             E, A última eleição municipal realizada em Pontes e Lacerda aconteceu no ano de 2012, como você já conferiu no inicio deste texto a dupla vencedora foi o prefeito DONIZETE BARBOSA DO NASCIMENTO (Donizete da Len) e o vice-prefeito JOSÉ NOGUEIRA DE MENESES FILHO.

             Fazendo um retrospecto dos trabalhos dos vices em Pontes e Lacerda o que mais deixou obras no município foi o JOÃO BENTO NETO (1997-2000), mas, com uma ressalva ele assumiu o cargo quando o então prefeito DÉCIO CIPRIANO MANIÇOBA foi afastado pela Câmara de Vereadores. O que ele fez na época? A reestruturação e modernização da Praça Miguel Gajardoni, Arborização e muro do cemitério municipal, a Avenida Tancredo Neves e a pavimentação da Rua Maranhão.

           Quanto aos demais, o próprio DÉCIO CIPRIANO MANIÇOBA na época que foi vice do prefeito DIONIR DE FREITAS QUEIRÓZ não apresentou grandes feitos para garantir a eleição em 1996, mas conseguiu a transferência de votos do então prefeito DIONIR DE FREITAS QUEIROZ, algo que não se repetiu com HILÁRIO GARBIM que depois de 8 (oito) anos na função de vice-prefeito não conseguiu angariar os próprios votos e os de NEWTON MIOTTO para vencer as eleições de 2012.

           Em relação aos demais que ocuparam o cargo de vice-prefeito de Pontes e Lacerda, NAZÁRIO JOAQUIM CAYRES (1983-1988) e DIVALDO DE FARIA (1989-1992) estes dois ficaram de escanteio nas duas primeiras gestões, pouco se sabe da participação deles nas administrações em Pontes e Lacerda; e o outro foi JAIME BLECHA que era do PSDB (2001-2004) partido do governador da época, o Dante de Oliveira, mas acabou sendo engolido pelo então prefeito NELSON MIURA que no ano seguinte após vencer as eleições pelo PPS, tratou logo de migrar para o PSDB se tornando assim a referencia do partido do governo no município, e assim ofuscando a figura do vice.

            Portanto estes são alguns dos episódios que aconteceram em Pontes e Lacerda relativos ao cargo de vice-prefeito e seus respectivos ocupantes, mas, certamente se alguém resolver reescrever estas datas poderá trazer outros fatos que vão somar a estes e deixar ainda mais interessante e curioso o quanto pode ser ou importante à função de vice-prefeito deste município.

             E agora em 2016, quando estamos há menos de três meses das eleições municipais, o que se tem ouvido nos bastidores são os nomes dos pré-candidatos ao cargo mais cobiçado no executivo de Pontes e Lacerda, que é o de PREFEITO, mas, até o momento não se ouve nos bastidores quais serão os pretensos nomes para ocuparem a vaga de VICE-PREFEITO.

             Será que não temos? Ou ainda, poderá algum dos pré-candidatos à cabeça, ou seja, à prefeito, vir a ocupar a vaga de vice numa composição eleitoral?

            Perguntas que só o tempo poderão responder, então vamos aguardar, dia 5 de agosto acontece o resumo da ópera e assim saberemos quem poderá disputar a vaga de vice-prefeito, e no dia 2 de outubro comemorar com o futuro prefeito de Pontes e Lacerda a vitória nas urnas.

            Para concluir, a partir deste ano não tem reeleição, será que o vice eleito em 2016 já sai na frente para a próxima eleição de 2020? Vamos aguardar os próximos capítulos desta novela da vida real, chamada eleições municipais.

 

 

Celso Garcia| 03/07/16 às 00:35

Ricardo Stábile

Mais uma excelente matéria trazendo crescimento nesse período que antecede as eleições municipais...

02/07/16 às 15:26

sierly costa

Ate para prefeito ta difici imagina para vice mas vamos pedir a Deus que nos ajude.

02/07/16 às 23:13

Zé Guapré

Concordo com a Sierly. Nos pleitos passados, assim que surgia os eleitos já se falavam em nomes para o pleito seguinte. Nesse de 2016, alguns são comentados, por que por si mesmos se dizem candidatos, vindo do povo mesmo, nenhum nome!

03/07/16 às 11:11

geter LIMP GET

Bom trabalho. Estamos de olho, mais o principal de tudo é que tenhamos a sorte de termos um bom candidato a prefeito (claro ...e que se eleja) que administre com COMPETÊNCIA nossa cidade.

05/07/16 às 09:32

Adriano

Muito bom tomara q tenhamos sorte desta vez q venha um bom prefeito

15/08/16 às 17:11

ELEIÇÕES 2016: QUAL LETRA DO ALFABETO VAI MANDAR NA PREFEITURA DE PONTES E LACERDA.

A história das eleições municipais em Pontes e Lacerda,  localizada a aproximadamente 450 km da capital Cuiabá, começa oficialmente no ano de 1982 quando aconteceu a primeira eleição direta para o cargo de executivo. E, ao fazer um recorte do fato surgem alguns questionamentos, entre eles, Quem foram os eleitos nos 8 (oito) pleitos no município? Quais as letras iniciais dos nomes que saíram vitoriosas nas urnas?

Quem mora no município de Pontes e Lacerda,  há mais  mais de 30 anos certamente deve saber quais foram os prefeitos eleitos em cada eleição e portanto já tem a resposta na ponta da língua. Mas, como a grande maioria dos eleitores não se lembra em quem votou na útlima eleição,  talvez não tenha se dado conta para este ponto da história, e que de fato não significa algo de extraordinário, mas entra naquelas colunas dos detalhes curiosos da vida e da própria política. 

Bem, antes de detalhar o presente e o passado, porque não abrir um outro questionamento para o futuro, e parte do título desta postagem, qual será a letra inicial do nome do prefeito que vai comandar Pontes e Lacerda na próxima gestão? Uma pergunta que só terá a reposta definitiva depois do dia 02(dois) de outubro deste ano, quando serão eleitos prefeitos e vereadores em todo o Brasil.  No entanto, se agora não é possível afirmar qual será a letra, podemos mencionar os pré-candidatos ao posto mais importante do executivo municipal e, nesta corrida a prefeitura diríamos que são várias as letras iniciais, um verdadeiro alfabeto intercalado entre vogais e consoantes. No entanto antes de trazer informação sobre o ano de 2016, vamos tirar as dúvidas daqueles que não conseguiram decifrar quais foram as letras predominantes em Pontes e Lacerda, quando o assunto é o cargo de prefeito do município, é muito fácil de esclarecer, são elas o “D” e o “N”, passando timidamente pelo “J” e o “H”.

Fazendo um retrospecto temos o primeiro “D” no comando do município com o prefeito Dionir de Freitas Queiroz de 1983 à 1988; de 1989 à 1992 o segundo “D” com o Dr. Dauri Alves Mariano: e você acha que parou, se enganou de 1993 a 1996 o “D” do prefeito Dionir de Freitas Queiroz voltou a comandar o município.Assim como na primeira eleição direta, a de 1982 foram cinco candidatos,  ( Dionir e Apolinário, Joaquim da Farmárcia, João Lima e Dr. Dauri), a disputa de 1996 também contou com a participação de cinco candidaturas ( Décio, Dr. Dauri, Kiko, Manoel e Valter da loja) e mais uma vez deu a letra  “D” com a vitória do Décio Cipriano Maniçoba, que administrou de 1997 à 2000, com uma ressalva , depois de sofrer uma punição da câmara, o vice João Bento assumiu quebrando parcialmente a sequência da letra “D” no comando da prefeitura de Pontes e Lacerda.

Isso mostra que a história política de Pontes e Lacerda é feita de coincidências, então, o que dizer da disputa eleitoral do ano 2000, na qual não teve nenhum candidato na disputa com a letra inicial “D”, mas curiosamente dois nomes com a letra “N”, Nelson Miura e Newton Miotto, e uma nova história que seguiu nos próximos três mandatos, tendo o prefeito Nelson Miura administrado o município de 2001 à 2004 e o prefeito  Newton Miotto administrado Pontes e Lacerda entre os anos de 2005 à 2008 e de 2009 à 2012, com a participação do vice-prefeito Hilário Garbim  como do prefeito em exercício, sendo assim dando um espaço também para a letra “H” comandar a cidade.Para fechar essa sopa de letrinhas, a disputa da ultima eleição para prefeito novamente contou com participação uma letra “D” no páreo com o candidato Donizete da Len que disputou com o candidato Hilário Garbim, e com o dobro dos votos deu a letra “D” novamente, garantindo ao Prefeito Donizete da Len a oportunidade de administrar Pontes e Lacerda de 2013 à 2016. 

Então, voltando ao título desta matéria, qual será a letra inicial do nome que vai comandar Pontes e Lacerda na próxima gestão?  A reposta desta questão vai passar pelo processo de composição dos grupos, e pelos votos dos eleitores. Uma coisa é certa,  já despontam na corrida eleitoral um sopa de letrinhas em diversos partidos, são eles os pré-candidatos, uns já anunciados, outros somente nas especulações:  da letra “A”: Alcino Barcelos (PSD) Antônio Azambuja (PSB); da letra “C”  Caio Roman (PV); da letra “D” Donizete da Len (PSDB) , que aliás, tem afirmado que não é, mas não descarta ir a reeleição caso receba um pedido divino; da letra “I”, com o Ivanildo Amaral (PSD); com a letra “N” dois nomes aparecem nas resenhas políticas, o Newton  Miotto do PP e Nogueira (José Nogueira de Menezes Filho) do PMDB; na letra “R” mais dois pré-candidatos com o Romes Amurim (PSD) e Ramão Junior (PSDB) e na letra V o pré-candidato Vadinho (Edward Rodrigues) do PMDB. 

Bem, se olharmos para o tabuleiro político,  temos seis partidos com condições de lançar candidatos ao cargo de prefeito, mas como as peças ainda serão mexidas, essa disputa poderá reduzir ao máximo de três coligações, podendo inclusive repetir o que vem acontecendo em Pontes e Lacerda desde o ano de 2000, com uma disputa entre dois candidatos.

Uma coisa é certa, independente da letra inicial do futuro prefeito, a letra mais importantes que a população está pensando neste momento é o “P”, mas não é de partido, mas sim de Pontes e Lacerda, a princesinha do Vale do Guaporé.  

E,  viva a democracia.

                                                                                                     

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Celso Garcia| 28/03/16 às 11:37

Antonio

Muito bom Celson, não havia me atentado para essas coincidência, fora texto muito, parabéns

28/03/16 às 19:08

Luiza Machado

Se analisarmos friamente essas informações, veremos que Pontes e Lacerda não tem nenhuma "sorte" com os gestores que possuem a letra D na inicial do seu nome. Seria isso uma "maldição do D"???

30/03/16 às 21:13

WALLENSTEIN MAIA SANTANA

Excelente produção textual, Celso Garcia. Tal produção, expõem de forma sucinta e objetiva a conjuntura política do poder executivo municipal para a conscientização da sociedade de Pontes e Lacerda. Parabéns pelo profissionalismo jornalístico!

26/04/16 às 22:00

Elmo

Muito interessante Celso. Parabéns.

16/07/16 às 19:19

REC8| 23/09/15 às 10:22

nivaldo martins dos santos

É prefeito tem razão de voce não fazer nada para porto lacerda do jeito que o comercio ta ruim a hora que melhora voce vira a costa para o comerciante da uma rasteira acho que voce quer que os comerciante fecha as porta e na entrevista fala que ta preocupado que pode acontecer mais para frente não sei poque voce se elegeu prefeito se tem medo do progresso se enfia num daqueles buraca que os garimpeiro fez fica la quanto mais movimento tem a cidade melhor é o sinal que o progreso segou na cidade

18/11/15 às 12:03

NO AR: TV GUAPOREÍ, 12 ANOS DE SUCESSO.

A TV GUAPOREÍ, afiliada da REDE RECORD que está no ar há mais de uma década, tem como lema a frase: “valorizando a nossa gente”. E, Foi com esta missão que a retransmissora local conquistou um importante espaço na mídia municipal, estadual e nacional. Sempre produzindo belas reportagens, e ao mesmo tempo divulgando os fatos relevantes de Pontes e Lacerda para o Mato Grosso e o Brasil.

Para alcançar o grande objetivo de ser a TV de Pontes e Lacerda é preciso destacar a grande parceria com o comércio local que sempre deu a sustentação necessária à emissora, tendo como garantia do investimento, o retorno comercial na divulgação de suas empresas e de seus produtos.

Ainda falando de história, o sinal local da TV Guaporeí foi liberado para Pontes e Lacerda em 30 de setembro de 1990, sendo naquela ocasião afiliada da REDE BANDEIRANTES. Passado mais de uma década, já na fase atual, o sinal foi reinaugurado no dia 5 setembro de 2003, sendo a TV Guaporeí, afiliada da REDE RECORD.

          

E adesão à bandeira da RECORD foi à garantia de fortes parcerias com o Grupo Gazeta de comunicação, compromisso firmado até os dias atuais. A proposta foi a de trazer uma programação local e estadual forte, alcançando uma posição de destaque no município de Pontes e Lacerda e região.

        

Em 2004, no primeiro ano da nova emissora, que tinha como principal programa local o JORNAL DA RECORD PONTES E LACERDA, aumentou a grande local com o lançamento do Programa TERRA & CRIAÇÃO, um espaço para o homem do campo. O programa semanal sempre contou na sua pauta com belas reportagens e expedições pelo interior de Mato Grosso. Em uma posição de destaque, várias reportagens do programa foram exibidas a nível nacional na Record News.

         

No ano de 2006, uma inovação na TV local, pela primeira vez era adotado a apresentação do jornal com dois apresentadores. Desde então, na TV Guaporéi  Antônio Luiz e Celso Garcia comandam o jornal de segunda à sexta-feira, que vai ao ar meio-dia na emissora afiliada da Rede Record.

          

Já em 2009, a TV GUAPOREÍ passou por uma reformulação total em sua grade, como a mudança nos seus telejornais e programas locais. O "JORNAL DA RECORD PONTES E LACERDA" passou a chamar "RECORD NOTÍCIAS PONTES E LACERDA", o "Cidade Alerta Local" deu espaço ao "Record Notícias 2ª Edição". No mesmo ano, todos os programas da emissora tiveram seus cenários reformulados, trazendo um padrão nunca visto em Pontes e Lacerda e na região. 

          

Também no ano de 2009 aconteceu a estreia do Programa TUDO DE BOM, na grade da programação local da TV Guaporeí, na apresentação do novo contratado da emissora, Nereu Almeida. O programa de variedades que mostra os talentos musicais da região, culinárias e reportagens especiais vai ao ar todos os sábados, às 11h00 da manhã.

                      

Em mais de uma década de história na comunicação de Pontes e Lacerda, a TV Guaporeí teve temporada de vários outros programas local como o Canta Brasil e o Vida e Esperança.

           

Em 2010 a emissora passa a utilizar em definitivo o nome TV Guaporeí - RECORD, deixando de lado a nomenclatura TV RECORD PONTES E LACERDA. Foi um ano inesquecível para a emissora, ainda em 2010 a TV GUAPOREÍ foi premiada pela Rede Record como a melhor retransmissora do interior, prêmio recebido diretamente da RECORD nacional. Diante deste feito, vale um registro importante na história da emissora TV Guaporeí, logo após a inauguração no ano de 2003, uma das ações da direção da TV Guaporeí no muncípio foi a distribuição gratuitas de antenas na zona rural, o objetivo era alcançar o maior número de telespectadores com a chegada do novo sinal, a REDE RECORD.

       

Com relação aos prêmios conquistados pela TV Guaporeí, o principal deles certamente foi à preferência do público em geral, prova disso é que desde 2007 a emissora tem conquistado a cada ano, o título de a melhor TV da cidade, na pesquisa de opinião pública realizada pelo Rotary Club.

                            

No social, ao longo destes 12 anos de história, inúmeras foram às parcerias da TV Guaporeí com as entidades em Pontes e Lacerda, LAC (lar de apoio às crianças), AMPLA (Associação de mulheres de Pontes e Lacerda), LAR DOS IDOSOS, (obra em construção) PROJETO FELIZ IDADE, APAE, HOSPITAL SANTA CASA. Os referidos seguimentos foram beneficiados com a  doação de recursos provenientes do evento FEIJOADA VIP RECORD. E o lema desta ação sempre foi “reunindo os amigos e fazendo o social”

         

Aqui destacamos a solidariedade do povo ponteslacerdense no SOS Rio de Janeiro. Através da TV Guaporeí a comunidade foi mobilizada, o que resultou na arrecadação de dezenas de toneladas de donativos em prol das vítimas dos desabamentos ocorridos no estado do Rio de Janeiro. A emissora contou a parceria direta da Policia Rodoviária Federal.

         

Quando A TV Guaporeí se propõe em divulgar um evento ela abraça com profissionalismo e competência, a EXPOESTE foi uma das festas que ganhou projeção dentro da programação local, com o lançamento em 2007 do programa 8 SEGUNDOS, um espaço no qual foi possível mostrar a maior festa agropecuária do Vale do Guaporé, com muito mais propriedade e emoção.

       

Aproveitando o momento de crescimento do seguimento da comunicação e das ferramentas de apoio, foi lançado no ano de 2011, o sitio da emissora, o rec8.com.br, um portal de vídeos e de informações diárias o qual auxiliou ainda mais na divulgação da TV Guaporeí. Ainda falando da página na internet, neste ano de 2015 o portal passou por uma reformulação para aumentar ainda mais o atendimento dos nossos telespectadores, bem como dos internautas.

        

E agora, quando a emissora chega aos 12 anos de história em Pontes e Lacerda, nestas parcerias com o Grupo Gazeta de Comunicação e a RECORD NACIONAL, com tantas ações desenvolvidas juntas à comunidade, queremos externar os nossos sinceros agradecimentos a vocês telespectadores, na certeza que continuaremos juntos, nos próximos anos.

TV GUAPOREÍ, 12 ANOS DE SUCESSO VALORIZANDO A NOSSA GENTE.

 

 

Celso Garcia| 05/09/15 às 02:53

Eduardo Cardoso

Orgulho de ter feito parte desta história. Parabéns, pessoal!

11/09/15 às 11:35

REC8| 03/09/15 às 18:50

selma fagundes

Tem quantos capitulos ainda

04/09/15 às 21:17

iolanda

N perco um capitulo👏👏👏👏

04/09/15 às 21:33

mauricio carlos

Novela esta muito boa..só que as vezes cai na monotonia de dialogos e quando entra ação ,acaba logo e volta a ficar monótona novamente...mas estão de parabéns.

04/09/15 às 21:49

Gabriela

Deus continue abençoando essa mentes para fazerem mais novelas assim

04/09/15 às 22:47

chistiane

NUNCA ASSISTI NOVELAS ASSIM VCS ATORES ESTÃO DE PARABÉNS

05/09/15 às 07:17

Regina

Muito boa essa novela. Record de parabéns, que continuem fazendo novelascomo essa.

05/09/15 às 08:54

Sandra Regina

Estou apaixonada por essa novela eu e minha familia não perdemos um capitulo.

05/09/15 às 09:49

Roseli

Maravilhosa novela a Rede Record esta de parabéns :)

05/09/15 às 12:05

Primeira Página1234Última Página

REC8 / PARCEIROS

CONTATO

(65) 3266 5772

Rua Ceará, 389 - Esquina com a BR-174 B

Pontes e Lacerda | MT

logo Tv Guaporei Record
REC8 - TV GUAPOREÍ RECORD - COPYRIGHT © 2015

DESENVOLVIDO POR